Ciclo de seminários

O Mal-estar na escola: privatização do conflito e estratégias coletivas

Os efeitos desastrosos da precarização das condições do trabalho escolar são frequentemente compreendidos como fracasso individual do educador ou do estudante, visando retirar a dimensão política e social desta problemática. Os efeitos subjetivos desse processo se expressam, muitas vezes, no adoecimento e sofrimento psíquico, tanto dos estudantes como dos educadores. Pretendemos neste Ciclo de Seminários aprofundar a discussão a respeito de alguns temas atuais e fundamentais sobre a educação, abordando os processos de constituição subjetiva e a passagem adolescente, a potência dos laços horizontais, os impasses e distinções entre concepções de grupos e coletivos, sempre a partir de uma concepção de psicanálise articulada ao campo social. A cada encontro, após o Seminário Teórico, estamos propondo a realização de Rodas de Conversa visando à reflexão e à elaboração do tema tratado, de forma que possamos acolher e fazer circular entre os profissionais da educação suas experiências, impasses e formas de resistências.

Ciclo de seminários

24 de março das  14h – 16h30 (excepcionalmente)- Constituição subjetiva e laço social e a noção familiarista na escola com Ana Paula Musatti Braga  

21 de abril – Condições do trabalho docente como produtoras de adoecimento e sofrimento psíquico: patologização e medicalização do educador com Mario Cabral

12 de maio – Criminalização e Judicialização do conflito com Maria Cristina Vicentin

16 de junho – Grupos, coletivos e o papel do professor com Maurício de Carvalho Porto e Luis Braga

18 de agosto – Estratégias de enfrentamento à medicalização da infância: percursos no serviço de psicologia escolar da USP com Adriana Marcondes

15 de setembro – Adolescência: da cena familiar à cena social com Miriam Debieux Rosa

20 de outubro – Devir adolescente e de todos nós com Peter Pal Pelbart

10 de novembro – Da privatização do conflito às estratégias coletivas frente ao mal-estar na escola: a potência do comum com Equipe da Arco Escola-Cooperativa

Local: Ocupação Aqualtune – R. Butantã 233, Pinheiros (entrada pela rua lateral)

Horário: 9h – 12h
Aberto e gratuito (com certificado)

Organização: Arco Escola-Cooperativa