Ciclo de debates

Escola e Trabalho no Capitalismo Contemporâneo

Como podemos pensar e relacionar o adoecimento psíquico dos trabalhadores da educação com os projetos de privatização, retirada de direitos, intensificação do trabalho e militarização dos espaços públicos? Quais as mudanças e as exigências da atual rodada de acumulação que estão levando os indivíduos a aderirem aos imperativos de ser mais rápidos, mais competitivos, mais produtivos e tornarem-se “empresários de si mesmos”? Na tentativa de debater essas questões, convidamos alguns educadores que têm refletido sobre esses temas e enfrentado esse cenário de perder o fôlego, para compartilhar e dialogar com professores, estudantes e o público em geral no ciclo de debates: Escola e trabalho no capitalismo contemporâneo.

Ciclo de debates

14 de abril  – Privatização da educação e intensificação do trabalho docente com Carolina Catini e Tatiana  Oliveira

05 de maio – Impactos da reforma trabalhista e da lei de terceirizações na vida dos professores com Ludmila Abílio

09 de junho – Concorrência e rituais de sofrimento no trabalho docente universitário com Silvia Vianna

25 de agosto – Da reforma do ensino médio à militarização das escolas – que tipo de formação esperar?  com Danielle Maciel e Danilo Nakamura

22 de setembro – Novos e velhos mecanismos de organização do trabalho escolar   com Leonardo Cordeiro e Frederico Ravioli

20 de outubro – Trabalho intelectual e capitalismo contemporâneo com Eleutério Prado

10 de novembro – Insurreição popular e propostas coletivas de educação em Oaxaca (MEX) com João Branco e Cristiane Lima

 

Local:  Ocupação Aqualtune – R. Butantã 233, Pinheiros (entrada pela rua lateral)

Horário: 14 h – 17h

Organização:  Arco Escola-Cooperativa

%d blogueiros gostam disto:
%d blogueiros gostam disto: